PL 578 é aprovado em 1ª votação na Câmara graças ao empenho do SindimotoSP e o apoio de 31 vereadores

Nosso Sindicato conquistou mais uma grande vitória na noite desta quarta, dia 9 de setembro, na Câmara Municipal. O Projeto de Lei 578/2019 defendido pelo SindimotoSP – Sindicato dos Motoboys de São Paulo – porque contemplará de fato toda a categoria – foi aprovado em 1ª votação. Foram 31 votos a favor, 3 contrários e 5 abstenções. Ou seja, saímos vitoriosos nesta primeira etapa de luta permanente contra as gigantes dos Apps de entregas. Agradecemos a todos os membros da Comissão de Trânsito, inclusive os vereadores que participaram, além do Poder Executivo que dialogou com a entidade sindical.

FIZEMOS A NOSSA PARTE

Na avaliação do SindimotoSP fizemos a nossa parte. Ajudamos na construção do Projeto 578. Participamos de Audiência. Mobilizamos toda a categoria. Partimos para o corpo-a-corpo com os vereadores. Conquistamos o apoio do presidente da Casa e dos membros da Comissão de Trânsito, Transporte e Atividade Econômica e avançamos hoje neste dia histórico – 9 de setembro. Temos outro grande desafio que é passar o projeto em 2ª votação.

PRESIDENTE GIL

“Fomos à Câmara com muita disposição de luta. Estamos em uma árdua e desigual batalha contra a precarização do setor. Mesmo assim, todos os dias temos nos empenhado, conversado com os vereadores, mobilizado a categoria para juntos corrigirmos injustiças e garantir direitos aos Motoboys, Motofretistas e Bickeboys”, afirma o presidente Gilberto Almeida dos Santos, mais conhecido como Gil dos Motoboys.

POR QUE DEFENDEMOS O PL 578?

1) São 30% a mais nas corridas para os Motoboys;
2) As empresas serão multadas caso ofereçam prêmios pelo cumprimento de metas: as multas vão de R$ 300 a R$ 3.000,00 por Motociclista;
3) As empresas (aplicativos, express, comércio, etc) que contratarem Motofretistas serão responsáveis solidárias por danos cíveis. Poderão ser multadas em relação à Medicina do Trabalho ou Segurança;
4) Corrigirá injustiças e combaterá a precarização da categoria;
5) Porque o projeto NÃO defenderá empresas A ou B, mas contemplará a categoria.

Fique ligado!
Em breve, traremos mais detalhes!

VEREADORES QUE VOTARAM A FAVOR DO PL 578

1) Adilson Amadeo (autor do PL 578) – DEM
2) Adriana Ramalho – PSDB
3) Alessandro Guedes – PT
4) Alfredinho – PT
5) Antonio Donato – PT
6) Arselino Tato – PT
7) Celso Giannazi – PSOL
8) Celso Jatene – PL
9) Claudio Fonseca – CIDADANIA
10) Dalton Savano – DEM
11) Edir Sales – PSD
12) Eduardo Suplicy – PT
13) Eduardo Tuma – PSDB
14) Fabio Riva – PSDB
15) Gilberto Nascimento – PSC
16) Gilson Barreto – PSDB
17) Isac Felix – PL
18) Jair Tato – PT
19) João Jorge – PSDB
20) Juliana Cardoso – PT
21) Mario Covas Neto – PODE
22) Milton Ferreira – PODE
23) Noemi Nonato – PL
24) Patricia Bezerra – PSDB
25) Quito Formiga – PSDB
26) Reis – PT
27) Rinaldi Digilio – PSL
28) Rute Costa – PSDB
29) Sandra Tadeu – DEM
30) Toninho Vespoli – PSOL
31) Xexéu Tripoli – PSDB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *