Governo de SP, Detran.SP e SindimotoSP discutem regulamentação da atividade comercial de motofrete no Estado de São Paulo e Brasil. Encontro foi desdobramento de reunião com o Governador Alckmin.

Da esquerda para direita: Dra Rosana Nespoli (gestora da Escola Pública de Trânsito), Dra Izadora Rodrigues Simões (Departamento Jurídico do Detran.SP), Maxwell Borges (presidente Detran.SP), Gilberto Almeida dos Santos (presidente SindimotoSP) e Rodrigo Silva (diretor Institucional SindimotoSP)
Consenso entre as instituições foi que o Contran precisa tomar a frente  na regulamentação porque é o órgão máximo de trânsito na criação de Resoluções que normatiza Lei Federal. Em março, o SindimotoSP estará em Brasília para tratar desse assunto diretamente com o presidente do Contran/Denatran.
Em reunião ocorrida no começo do ano com o Governador Geraldo Alckmin, em que foi apresentado o Projeto de Regulamentação da Atividade Comercial de Motofrete, que possibilitou a geração de 300 mil empregos no estado de São Paulo e 1 milhão em todo o Brasil com segurança e padronização, rendeu ao setor de duas rodas profissional avanços significativos na questão da regulamentação da atividade comercial de motofrete no Estado de São Paulo.


O governador desde 2012 vem investindo no setor, seja no maior programa de qualificação profissional realizado no Brasil, com mais de 70 mil cursos gratuitos ou em subsídios para renovação da frota, através de linha de crédito pelo Banco do Povo Paulista, com juros 0,35% ao mês etc.

Leia mais aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *