Prefeito de São Paulo sanciona lei que cria taxa para empresas de Apps por quilômetro rodado

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, sancionou na segunda (26) a lei que autoriza a Administração Municipal cobrar preço público das empresas exploradoras de atividades econômicas intensivas no uso do viário urbano. O texto original da lei serviu de abrigo para o jabuti dos vereadores Milton Leite e Adilson Amadeu, e na prática permite ao Executivo taxar serviços de transporte por aplicativos como Uber e 99, e serviços de encomenda e entregas de mercadorias intermediados por apps, como iFood e Rappi, dentre outros. O valor da taxa será definido pela Prefeitura de São Paulo.

Como já havíamos informado anteriormente o custo recairá sobre os trabalhadores. O SindimotoSP sempre se manifestou contra qualquer tipo de medida prejudicial ao Motofretista. Além disso, lembramos que não compete ao município a interferência em uma atividade extremamente comercial. Toda a diretoria e o Departamento Jurídico do Sindicato estão empenhados na luta contra este descaso. Em breve, traremos mais informações!

CONFIRA NA ÍNTEGRA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *