Mortes no Trânsito | Por conta de prazos impossíveis de cumprir, Motoclistas representam 35% dos acidentes fatais

De acordo com dados do Infosiga, o sistema de informações de acidentes de trânsito do estado de São Paulo, os três primeiros meses deste ano somaram 194 acidentes fatais contra 189 em 2020. No primeiro trimestre de 2019, foram registrados 198 acidentes fatais. O levantamento mostra números alarmantes de fatalidades envolvendo Motoboys no 1º trimestre com uma taxa de mais de 35% dos óbitos registrados. E o Sindicato sempre alerta: isso se deve aos prazos absurdos de entregas dados pelas empresas para os trabalhadores nas ruas. O saldo disso é a exposição desnecessária dos Motocas.

O resultado assustador das mortes dos Motoboys é por conta da política predatória que as empresas de aplicativos praticam no setor, induzindo os trabalhadores a altos ganhos que na realidade não acontecem e não desenvolvem nenhuma responsabilidade social”, aponta Gilberto Almeida dos Santos, presidente do SindimotoSP.

Confira abaixo o gráfico elaborado pelo Sindicato com os dados obtidos pelo Infosiga.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *