Repudiamos medida da Prefeitura que autoriza expansão da cobrança de Zona Azul para motos

O SindimotoSP repudia a atitude da prefeitura de São Paulo em autorizar a extensão da cobrança de Zona Azul para as motos na capital paulista. Tal medida acompanha a atualização da concessão para a iniciativa privada, assinada com a Estapar, empresa ligada ao BTG Pactual, que oferece serviço semelhante em cerca de 20 municípios do interior e de regiões metropolitanas, como São Carlos, Mogi das Cruzes e Santo André.

Como flagramos hoje (18) em alguns bolsões, as motos vão passar a fazer o pagamento da Zona Azul, incluindo o CAD (Cartão da Zona Azul Digital) no valor de cinco reais cada um. Esta ação vai inviabilizar para muitos Motofretistas seu trabalho ao ter que efetuar estes pagamentos, ao nosso ver, abusivos. O Sindicato é contra esse tipo de medida sem qualquer debate prévio com a entidade sindical e irá acionar a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) para mais esclarecimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *